Joey Jordison, ex-baterista do Slipknot, morre aos 46

O músico morreu enquanto dormia em sua casa. Morte está sob investigação.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

“Estamos com o coração partido por compartilhar a notícia de que Joey Jordison, grande baterista, músico e artista, faleceu pacificamente enquanto dormia em 26 de julho de 2021″, diz a nota de falecimento divulgada por sua família.

O texto complementa: “A morte de Joey nos deixou com o coração vazio e sentimento de tristeza indescritível”.

A família do músico informou que deseja um funeral privado e apelou para que a imprensa e os fãs respeitem seu desejo. A causa da morte ainda está sob investigação.

Joey Jordison em apresentação com o Slipknot

Joey saiu do Slipknot em 2013, sem maiores explicações. A banda nunca revelou o real motivo de sua saída, mas o músico falou sobre o assunto anos depois.

“Tudo o que eu recebi foi um e-mail estúpido dizendo que eu estava fora da banda que eu dei a minha vida toda para criar. Foi exatamente isso que aconteceu e foi doloroso. Eu não merecia essa merda depois de tudo o que fiz e tudo o que passei”, disse em entrevista para a Metal Hammer em 2016.

Sobre o motivo de sua saída, ele afirmou: “Eles ficaram confusos sobre os meus problemas de saúde e obviamente nem eu sabia o que era no início. Eles pensaram que eu estava fodido com as drogas, o que eu não estava mesmo“.

Joey sofreu de mielite transversa aguda, uma inflamação da medula espinhal que danifica as fibras nervosas, o que acabou levando o baterista a perder temporariamente o movimento das pernas.

Ele se recuperou da doença e em 2018 realizou uma turnê pela Europa com a banda de death metal SINSAENUM, seu projeto com ex-integrantes do DragonForce, Mayhem e Daath.

Assista a icônica performance solo de Joey em um dos shows com o Slipknot:

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A CULTURA UNDERGROUND RESPIRA !